segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Primeiros Socorros- Excessiva Exposição ao Sol!


  • O que acontece ao nosso corpo quando faz muito calor?

    O nosso organismo tem formas para manter a temperatura corpo constante (por volta dos 37º C), independentemente da temperatura do exterior, ou seja, conseguimos suportar temperaturas que podem variar entre os -50º e os +50º. O corpo humano conserva o equilíbrio da temperatura interna recorrendo a mecanismos de produção ou de eliminação de calor.

    Quando nos expomos a temperaturas elevadas, o organismo reage para tentar manter constante a temperatura corporal. Começamos a suar e a perder temperatura e ficamos vermelhos. Sabes porquê? Porque o sangue circula mais ao nível da pele para a arrefecer.



    Mas se nos expomos durante muito tempo ao calor, estes mecanismos de defesa podem não ser suficientes, causando situações graves. Se não houver uma reposição dos líquidos e dos sais minerais que perdemos com o suor, ficamos desidratados.

Queres aprender o que pode acontecer e o que deves fazer?

Caîbras
É o efeito menos grave e é o primeiro sinal de falta de adaptação à temperatura do ambiente. Os suores abundantes provocam a perda de sais minerais e de água, fazendo com que os nossos músculos fiquem sem capacidade de recuperação durante a actividade física.

Quais os sintomas?

  • Dor, músculos contraídos
O que fazer?

  • Repousar à sombra
  • Beber água fresca
  • Massajar o músculo afectado
Mesmo após a recuperação, deve-se continuar a beber líquidos 

Insolação

Surge na sequência de uma exposição muito prolongada ao sol, ou após um esforço físico intenso num ambiente quente. Caracteriza-se num estado de desidratação extrema, em que a perda de água e sais afecta não só uma zona (como na caîbra) mas todo o organismo.

Quais os sintomas?

  • Pele quente, húmida e vermelha
  • Suores abundantes
  • Dor de cabeça
  • Vontade de vomitar
  • Cansaço

    O que fazer:
  • Pedir ajuda a um adulto e recorrer a uma unidade de saúde
  • Repousar à sombra ou num local fresco
  • Refrescar o corpo com panos molhados (axilas, virilhas, pescoço)
  • Se a pessoa estiver consciente, dar-lhe água fresca



    Queimaduras

    Apesar de todos os cuidados, a exposição directa ao sol pode provocar queimaduras. A intensidade depende do tempo de exposição e do tipo de pele.
    Pode assim aparecer a queimadura de 1º grau.

    Quais os sintomas? 
  • Pele quente, vermelha e seca
  • Dor ou ardor

    O que fazer:
  • Pedir ajuda de um adulto
  • Arrefecer a zona afectada com bastante água
  • Aplicar um creme hidratante



Se a tua pele for muito sensível e a exposição ao sol muito prolongada, podem surgir bolhas, com um líquido transparente lá dentro (flictenas). Estamos então na presença de umaqueimadura de 2º grau.
Quais os sintomas?

  • Dor, ardor
  • Pele quente
  • Bolhas (Flictenas)

    O que fazer:
  • Pedir ajuda de um adulto e ir a uma unidade de saúde
  • Arrefecer a zona com cuidado para não rebentar as bolhas
  • Colocar compressas vaselinadas

Sem comentários:

Enviar um comentário

Todos os comentários são moderados,qualquer comentário impróprio será eliminado.